Tour Privado de Bike com Guia em Berlim: para perder aquele medinho

  • Minha experiência com o tour privado de Bike da Fat Tire em Berlim (imagem: Fat Tire Tour)
  • Café escondido no Tiergaten - Café Am Neue Ensee
  • Parada na Bebelplatz
  • Nossas bikes

Quando penso em Paris, vejo cafés em bistrôs charmosos; no Rio, penso em tardes descansadas na praia e, em Berlim, é a vez dos passeios de bicicleta. Tudo clichê, mas daqueles que cruzaram a fronteira e viraram clássicos.

Bike e a Cidade

Berlim é famosa por sua infra-estrutura de vanguarda para ciclistas. A cidade desde a queda do muro investe na cultura da bicicleta como meio de transporte – não apenas de maneira recreativa. Hoje já são quase 700 mil quilômetros de ciclovias espalhadas pela cidade e 720 em cada mil habitantes usam bikes em seus deslocamentos semanais.

Sério, Berlim é uma cidade maravilhosa para você se arriscar no mundo do ciclismo urbano (será que existe esse termo?).  Ela tem uma topografia “bike friendly”, sem muitos morros e colinas. Uma delícia! Além disso, boa parte das ciclovias têm semáforos separados para os ciclistas (muita evolução).

Para entrar no clima!

Por quê de bicicleta?

Em 2014, visitei Berlim pela primeira vez. Então, no conforto da minha casa cogitei: por que não fazer um passeio de bicicleta pela cidade? Seria um programa clássico e genuíno, além de desafiador – eu fico extremamente tensa só de pensar em andar de bicicleta no trânsito do Rio, imagina em uma cidade estranha.

Eu não queria fazer isso sozinha, então, óbvio, convenci o meu grupo de viagem a se aventurar junto. Pesquisei um pouco e achei que a melhor opção seria contratar uma guia que nos levasse para conhecer a cidade de bike. Assim, teríamos um ganho duplo: conhecer a história da cidade e desbravá-la de bicicleta. Genius! Separei a parte mais difícil de fazer a pé e comecei a procurar por um tour privado de bike.

Fat Tire Tour

Esta foi a empresa que escolhi para reservar o passeio. Eu escrevi para eles e pedi um passeio pela área do parque Tiergarten (gostei muito de combinar um momento mais urbano com a tranquilidade do parque). Rapidamente eles me responderam dizendo todos os detalhes sobre o passeio: duração, ponto de encontro, detalhes do percurso etc.

Medinho

4 horas antes do passeio, comecei a sentir um arrependimento mortal. Por que reservei isso? Está atravancando todo o dia. Podíamos visitar mais alguma praça, sentar em algum café, ir em um museu… Medo. Puro medo!

Nessas horas é bom ter um amigo por perto. Eles sempre dizem coisas agradáveis e inspiradoras como: você que inventou isso, agora para de m!

Remediada a ansiedade, nós fomos. Chegamos na torre de TV (ponto de encontro) para encontrar com a nossa guia, a Tânia. Uma nova iorquina, filha de mãe alemã, que falava sem parar. Uma figura! Ela deu algumas instruções e, não sei como, deu um tom de relaxamento para o momento.

Percurso

Eu gostei do percurso que ela montou. Gostei das explicações. Claramente, a gente percebia que ela já tinha tudo na cabeça e ia improvisando conforme o momento. Isso pode não agradar a todos, mas para mim foi interessante.

Prós: o passeio foi uma ótima oportunidade para perder o medo de andar de bike na cidade. Ela explicou os códigos necessários para um ciclista urbano iniciante. Deu exemplos, contou casos. Acho que o fato dela ter falado sobre a sua experiência pessoal crescendo na cidade deu um colorido especial ao tour.

Contras: minha única ressalva foi que no final do passeio ela começou literalmente a correr com a sua bike (talvez por a gente ter passado tempo demais conversando no café charmoso do intervalo), e nós ficamos muito para trás. Depois de fazer todo um discurso em que poderíamos andar no nosso ritmo e que ela nos acompanharia, foi estranho essa sensação de “corra pela sua vida”. Ps.: isso é só um detalhe, não acho que tenha prejudicado a experiência.

Fat Tire Bike Tours Berlin

Endereço: Torre de TV, na Alexanderplatz
Panoramastr. 1a
10178, Berlim
Email: Berlin@FatTireBikeTours.com
Telephone:
+49 30 24 04 79 91 (ligações de fora da Alemanha)
030 24 04 79 91 (Ligações da Alemanha, mas fora de Berlim)
24 04 79 91 (Ligações de Berlim)
Curiosidade: o Fat Tire oferece passeios de segway e de bikes em grupos abertos, além de alugarem as bikes para quem quiser ficar por conta própria.
Reserve aqui.

Saiba mais

Ótimo post do site La Berlina falando sobre : “O Rápido Crescimento da Economia Colaborativa em Berlim” por Isabel Elia. Tem um momento em que ela fala sobre o uso das bikes compartilhadas. Se você já for mais destemido nesse quesito, leia porque certamente gostará.

Esse texto da Carta Capital mostra um pouco do esforço da cidade para implementar suas ciclovias: Ciclovias também enfrentaram resistência na Alemanha por Clarissa Neher.

———————————

Gostou da sugestão de tour?
Então, para que sua próxima viagem seja realmente incrível, que tal investir em algo mais personalizado como um roteiro sob medida feito pelo Raphinadas? Basta entrar em contato comigo, por aqui , e a gente já pode começar a planejar! 

2 comentários

  1. Erika Frossard Bastos disse:

    Legal seu relato, Raphaella.
    Estamos (eu + marido) indo em junho pra Berlim e um tour com a Fat Tire já está em nossos planos. Bom saber de uma experiência positiva.
    Vocês fecharam um grupo exclusivo ou havia outros turistas com vocês?
    O passeio foi num final de semana?

    1. Raphinadas disse:

      Oi, Erika,
      Fico feliz que tenha gostado. Nós fomos em 4 em um tour privado, exclusivo mesmo. Só a gente. É mais caro, mas achei melhor porque a guia foi conversando com a gente com calma, paramos e tomos café nesse lindo no meio do parque (olha a foto do post). O tour em grupo deve ser bom também, mas com mais gente. Aí acho legal você pensar na personalidade e no humor de vocês dois para época.Nós fomos em um domingo, cidade mais calma. Recomendo!
      Berlim, é uma cidade fascinante. Se quiser, te recomendo o blog da Isabel Elia: http://www.laberlina.com que tem sempre informações incríveis sobre a cidade.
      bjs
      Rapha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *