Mercados de Rua em Londres por Catharina Castro

  • Na chega à feira de Camden
  • Essa é a Catharina Castro. Pura alegria no Jardim Botânico.
  • Seleção no Borough Market

Que tal uma seleção dos mercados de rua em Londres feito por uma viajante apaixonada e que morou na cidade?

Eu tenho conhecido tantas viajantes interessantes desde que comecei o blog. Uma dessas pessoas que me pegaram de jeito foi a Catharina Castro. Ela é jornalista e tem um perfil no instagram que é como uma bíblia para quem quer acompanhar o que acontece na cidade de São Paulo em termos de gastronomia e cultura. Vai lá conferir por conta própria – @cathacastro. Uma delícia!

Gente, essa menina não para nunca. E bônus: é garantia de felicidade e sabedoria.

O que nem todo mundo sabe, contudo, é desse seu lado viajante, garota destemida e cheia de aventuras para contar. Em uma das suas visitas ao Rio, eu pedi para compartilhar um dos seus textos sobre Londres. Não é que ela concordou?!

Aqui vai! Para vocês começarem a conhecer um pouco dessa pessoa linda!

“A viagem é uma metáfora para vida. Só fica sozinho quem realmente quer.”  Catharina Castro

Para entrar no clima!

Londres e seus Mercados de Rua

Por Catharina Castro

Eu diria que é quase impossível sair de Londres sem uns quilinhos a mais… confesso que só não fiquei no formato de um cupcake porque andei feito uma camela no deserto – hehehe. Aqui existem opções para todos os bolsos e gostos, mas tenho que confessar que as feiras ou mercados de rua (os chamados markets) são um capítulo a parte quando o assunto é gastronomia. São tantos cheiros, cores e sabores que é impossível (e seria até um pecado!) não cair em tentação.

Portobello Road

Minha primeira feira foi Portobello Road, no bairro de Nothing Hill. O principal dia desta feira é o sábado e você pode chegar lá de metrô pela estação Nothing Hill (ao desembarcar, siga as placas – direita e segunda à direita ou simplesmente siga o fluxo). Chegue cedo e aproveite para desfrutar e desvendar todos os detalhes do local. A feira é conhecida pelos antiquários e pelas antiguidades que ganham as calçadas de toda a Portobello Road durante os sábados, mas o local é muito mais que uma exposição de artigos antigos. Ao contrário, transpira jovialidade, novas tendências de comportamento e moda… é imperdível.

Por razões que muitas vezes desconhecemos, apenas sentimos, este é sem dúvida um dos meus lugares preferidos em Londres. Eu estava andando em busca de lembrancinhas de viagem quando de repente sou praticamente abduzida por aquele cheiro irresistível. Parei para ver e era um cupcake lindo e cheiroso, e, além disso, delicioso (se você é fã de doces, como eu, você deve estar me entendendo). A caminhada continuou e eu me deparei com frutas frescas, paellas sevillanas, panquecas alemãs, hamburgers, pizza, nuddles, doces, salgados e mais uma infinidade de opções. Era minha primeira feira e mal sabia eu que o festival de sabores estava apenas começando.

Camden Lock

Minha segunda feira (sem hífen) foi Camden Market, no bairro de Camden Town (estação Camdem Town, na linha Northern (preta), mas aos domingos, a melhor opção é a estação Chalk Farm, da mesma linha, que é bem mais vazia e também fica próxima aos mercados).

Camden Town que tinha Amy Whinehouse como uma de suas ilustres moradoras e assídua frequentadora da feira, impressiona pela diversidade e pela grandiosidade de seu comércio. Eu passei o dia inteiro andando e tenho a plena certeza de que não vi nem metade da feira. Depois de muito andar, parei para almoçar e recarregar as energias em uma das galerias da feira, chamada Camden Lock. Lá existe uma praça da alimentação com direito a barraquinhas divididas por países.

Escolhi comer Indian Food e mal sabia eu (mais uma vez) que comida indiana é uma mistura de baiana com mexicana. Eu que não aguento comida apimentada, quase morro. Para quem gosta de pimenta, fica a dica rs! Os preços das refeições também são super convidativos. Você consegue comer um prato individual caprichado por £ 3, £ 4, £ 5 (3, 4, ou 5 libras). O refrigerante foi £ 1. O preço é praticamente este em todas as feiras de rua de Londres, ou seja, é possível comer comida boa e de altíssima qualidade em praticamente todos os lugares.

Greenwich Market

Outra feira imperdível é o Greenwich Market – próximo à estaçãode DLR – Greenwich. Quando o assunto é comida este mercado não deixa nada a desejar para nenhuma outra feira londrina, ao contrário, este é na minha opinião, um dos melhores lugares para se comer em Londres. Aqui comi um dos melhores hambúrgueres da minha vida, o Burgatory. Nome criativo para um hamburger super caprichado, com ingredientes frescos e bem feitos.

Mas quero abrir um parêntese para falar com propriedade sobre essa feira. Andei muito em Londres e vi muita feira de artesanato porque realmente gosto desse tipo de programa e confesso que não vi em nenhum lugar nada parecido com os produtos comercializados no Greenwich Market. São artesanatos de altíssima qualidade e verdadeiramente diferenciados. Vi coisas lindas e fiquei com vontade de comprar metade da feira…

Voltando ao assunto comida (para não perder o foco), outro lugar imperdível é o Spitafields Market, próximo à estação Liverpool do metrô. É neste mercado que está uma das principais e mais badaladas ruas do bairro, a Brick Lane. Eu já tinha ido a vários lugares e visto muita variedade de comidas, mas confesso que a Brick Lane me impressionou. Além de comidas de países que nunca pensei em ver na vida, o local abriga diferentes tribos e é bem a cara de Londres, ou seja, um paradoxo entre o conservadorismo e o liberalismo. Nesse caso, o liberalismo mora aqui rs!

Além da Brick Lane, ou melhor, antes de chegar a Brick Lane, existe uma espécie de shopping aberto, chamado OldSpitafields Market. Lá é possível encontrar bons restaurantes, lojas e aos domingos, uma série de barracas com artesanatos, livros com excelentes preços, e claro, comida de qualidade. Recomendo a Patisserie Valerie. Lá eu tomei o melhor sorvete de blueberrry que já vi na vida! Só de lembrar, fico com água na boca.

Borough Market

Em todos esses mercados que citei até agora, a comida é imperdível, mas é coadjuvante. Os amantes da culinária não podem nem pensar em perder o Borough Market. Este é com certeza o lugar preferido de chefs de cozinha ou de quem ama comer e beber. Esta feira funciona às quintas-feiras, sextas-feiras e aos sábados, o principal dia.

Real Food Market

Por fim, gostaria de compartilhar uma descoberta pessoal… digo isso, porque todas os mercados citados acima, estão em sites e guias, mas eu descobri o Real Food Market, andando como quem não quer nada por perto do Jubilee Gardens. Esse mercado também é divino e os amantes da boa comida devem incluí-lo sem medo em seus roteiros. Funciona às sextas-feiras, sábados e domingos.

Espero que tenha deixado com vocês com fome de conhecer Londres, porque mais dicas estão a caminho…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *