Entre o Brasil e o Rio Sena: hotel prático no coração de Paris

  • Hotel querido em Paris! (foto de divulgação)
    Hotel querido em Paris! (foto de divulgação)
  • Vista do nosso quarto
    Vista do nosso quarto
  • Fachada do Hotel (foto de divulgação)
    Fachada do Hotel (foto de divulgação)
  • Restaurante La Robe et Le Palais
    Restaurante La Robe et Le Palais

Sabe quando você já está cansado, sentido um aperto no coração, quer continuar aproveitando a viagem, mas já não pode mais disfarçar a imensa saudade de casa que toma seus pensamentos e te enche de culpa. Se isso acontecer em Paris, não tenha dúvida, vá ao hotel Victoria Châtelet e se hóspede por lá alguns dias. Você sairá de lá brasileiramente renovado. Por quê?

Affair França-Brasil

A dona do hotel, Corinne Maes Place, além de casada com um brasileiro, é apaixonada pela língua portuguesa e pela literatura brasileira, por isso não é uma surpresa quando descobrimos o quanto ela investe para agradar seus hóspedes brasileiros. Um exemplo é que praticamente todos seus funcionários falam português. Seu hotel é quase uma embaixada brasileira em Paris, e faz sucesso – entre estrangeiros e brasileiros. Para reservar, às vezes, é preciso de 4 ou 5 meses de antecedência. Culpa de Corinne, que nos conquista com sua simpatia. É simplesmente uma delícia conversar com ela, aliás não deixe de pegar algumas dicas para aproveitar a cidade – ela é ótima para isso. Você vai perceber também que ela é uma administradora engajada de corpo e alma, com certeza a encontrará várias vezes no balcão cuidando da burocracia do Victoria.

Hotel

É aconchegante, sem grandes luxos, mas agradável. Da última vez que estive lá, Corinne explicou que está renovando os quartos aos poucos. As suas diárias tem um preço ótimo para Paris (117 até 130 euros). Ele também fica ao lado da estação de metrô Chatelet, por onde passam muitas linhas – o que é genial -, além de duas linhas de RER, que vão para Versalhes e para Eurodisney.

Uma das grandes facilidades de ser um hotel que investe no público brasileiro está no fato de que qualquer e-mail pode ser enviado em português e será respondido na nossa língua.

Localização

É para quem gosta de estar perto das grandes atrações de Paris

Louvre – 8min
Marais – 5 min
Rio Sena – do lado, inclusive alguns quartos tem vista
Hotel de Ville – 5 min
Centre Pompidou – 9 min
Conciergerie – 4 min
Notre-Dame – 10 min
Museu Cluny – 13 min
Museu D’Orsay – 20 min
Île Saint-Louis – 10 min
Tour de Saint-Jacques, pertinho do hotel

Lojas e Restaurantes


A região do Chatelet tem vários restaurantes. Os da Rue des Lavandières Ste Opportune são os mais charmosos, bem ao lado do hotel. O nosso querido, no entanto, é a cave-restaurante La Robe et le Palais, um bistrozinho maravilhoso e cheio de charme. A última vez que estivemos lá foi um pouco decepcionante, mas ainda gosto de recomendar, porque acho que pode ter sido um acaso. É bom chegar cedo ou fazer reserva. A melhor pedida é o oeuf cocotte com foie gras. Nessa rua também uma loja de objetos para casa AeC Décoration que vale uma visita com calma. Tem ainda a rue de Rivoli com todas aquelas lojas que brasileiros amam comprar com H&M, French Connection, Promod, etc.

Ponto alto: localização perto das principais atrações e funcionários que falam Português
Ponto baixo: quartos padrões (para algumas pessoas)
Categoria pessoal: quase em casa
Recomendação: reserve com muita antecedência

Hotel Victoria Châtelet
Endereço: 17 Avenue Victoria, Paris
Telefone: 33 1 4026-9017
Diária: 136 euros (p/casal, sem café-da-manhã) em 2014

10 comentários

  1. Nice Santos disse:

    Hospedei-me nesse hotel seguindo a dica do Raphinadas… E certamente foi a melhor escolha que fiz. Não é apenas um hotel, mas um lar em Paris. Senti-me acolhida por amigos queridos, que em todo o tempo preocupavam-se em nos proporcionar o melhor. Eu simplesmente amei.
    Obrigada Rapha por nos nortear com dicas singulares e com um roteiro ÚNICO!!!!

  2. Nice disse:

    Amei o post e a dica Rapha, Irei experimentar das acomodações de Corinne, volto para contar a experiência 😉

    Beijos e uma vez mais parabéns pelo blog :)

  3. Lucas Pereira disse:

    Olaaa, viajarei a Paris em Dezembro e gostaria do contato dessa queridissima hospedeira.
    Obrigado

    1. Raphinadas disse:

      Lucas,
      O cantato está no final do post. Tem o telefone e o link para o site do hotel.
      Abs,
      Raphaella

  4. (TS) disse:

    Puxa viajei para Paris em dezembro passado … ah se tivesse lido seu post ! Ficamos em um excelente hotel mas bem caro! E ninguém falava português…

    1. Taísa,
      Quando voltar, fica a dica certo? Bom ver você por aqui. abraços.

  5. Paty disse:

    Ótimo post! Vou apostar nesse hotel, pois viajo pra lá mês que vem. Espero voltar com comentários positivos! :)

    1. Obrigada! Tenta pedir por um quarto já renovado – só para garantir. O primeiro andar só tem um quarto, adoro ficar nele.
      abs.

  6. Raquel M.B.G. disse:

    Adorei o post! Às vezes também detruo meus lindos pratos antes de tirar a foto, rsrsrs Abraços,

    1. Raquel,
      Que bom que gostou! Fico muito feliz e mais calma de saber que não sou a única a esquecer das fotos diante da gula. rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *