Como preparar uma mala de mão para viagens internacionais

  • Olha a Flavia pronta para viajar ;)
    Olha a Flavia pronta para viajar ;)
  • Foto: Flavia Koetz
    Foto: Flavia Koetz
  • Kit Completo | Foto: Flavia Koetz
    Kit Completo | Foto: Flavia Koetz
  • Casaco de pluma (item 1) | Foto: Flavia Koetz
    Casaco de pluma (item 1) | Foto: Flavia Koetz
  • Ziplock higiene dental (item 4) | Foto: Flavia Koetz
    Ziplock higiene dental (item 4) | Foto: Flavia Koetz
  • Organizador de passaporte | Foto: Flavia Fkoetz
    Organizador de passaporte | Foto: Flavia Fkoetz
  • Molhados (item 7) | Foto: Flavia Koetz
    Molhados (item 7) | Foto: Flavia Koetz
  • Descanso para os pés (item 2) | Foto: Flavia Koetz
    Descanso para os pés (item 2) | Foto: Flavia Koetz
  • Apoiador de pescoço | Foto: Flavia Koetz
    Apoiador de pescoço | Foto: Flavia Koetz

Por Flavia Koetz

Como preparar uma mala de mão para viagens internacionais

Para quem não conhece a Flavia Koetz, ela tem um dos snapchats que adoro seguir (clique aqui para segui-la no snapchat). Ela mostra a cidade de Seattle com a ótica de uma moradora brasileira. É uma apaixonada por hiking e trilhas – cada paisagem deslumbrante que vemos junto com ela. Adoro! Além disso, é super organizada e tem muito bom gosto.

Há uns dias ela fez uns snaps sobre como preparar uma mala de mão para viagens longas. Surtei! Aprendi tanto. Acabei tomando coragem e pedindo para ela preparar um post salvador aqui no Raphnadas. 

Eu estava super envergonhada, mas ela topou. Uhu!

Aqui segue o resultado para ajudar a todos nós. Obrigada, Flavinha! 

Música para entrar no clima! (dica da Flavia)

Não, você não errou de endereço! Esse é o blog da Rapha e eu estou aqui de visita!

Meu nome é Flavia e eu vim aqui dar uns palpites sobre o que levar na mochila de bordo em viagens longas, pois sou “especialista” no assunto. Aí você me pergunta: “Especialista, Flavia? Como assim?”

Eu explico. Basicamente, sou uma pessoa que nasceu e cresceu em Porto Alegre, a capital mais ao sul do Brasil, e resolveu morar em Seattle, no noroeste dos Estados Unidos, pertinho da fronteira com o Canadá. Por conta disso, minhas viagens pra visitar minha terra natal são sempre muito, muito longas! Com muita sorte, consigo vôos com 20 horas de duração. Se a sorte não é tanta, chego a ficar viajando por 25, 26 horas! Como não existe vôo direto de Seattle para o Brasil, meus roteiros até Porto Alegre têm sempre, no mínimo, três trechos.

“Isso acabou me levando a aprimorar a arrumação da mochila que levo comigo a bordo. Como diz o ditado, ‘a prática leva à perfeição’!” 

Brincadeiras à parte, eu não acho que a minha mochila seja perfeita, pois sempre há uma coisa ou outra pra aprender em cada viagem, mas posso dizer que, hoje, carrego comigo as coisas que considero fundamentais para amenizar os perrengues de estar em ambientes tão desconfortáveis como aviões e aeroportos por tantas e tantas horas.

CONSELHOS DE OURO 😉

Comprei minha mochila na Ikea há uns anos e, infelizmente, ela já saiu de linha. Uma das vantagens dela é ser lavável. Costumo colocá-la na máquina de lavar roupas a cada duas ou três viagens.

Outra coisa bacana são as várias divisórias. Se a gente consegue compartimentar e organizar cada coisa no seu lugar, melhor, né? São dois bolsos externos e dois compartimentos com zíper, sendo que o de trás é subdividido em duas partes.

Daqui pra frente, para entender melhor, sugiro que você dê uma olhada na galeria de fotos. Vou detalhar o que coloco em cada compartimento e assim vocês já vão ver quais as coisas que considero essenciais nas minhas viagens. Vale dizer que a necessidade de cada pessoa pode ser diferente, e a minha mochila reflete o que eu considero importante.

Um dos bolsos externos eu reservo para o celular e para os meus óculos de leitura. Os bolsos são abertos e de fácil acesso para aquela olhadinha no celular de toda hora! Pelo mesmo motivo, ele fica muito à mão para ser roubado, então ele só fica nesse bolso quando não estou no Brasil, por motivos óbvios.

O outro bolso fica reservado pro chiclete e para os meus adorados papeizinhos removedores de oleosidade. Só quem tem a pele oleosa sabe o alívio que dá poder matificar a pele e retirar aquele brilho todo que um dia sem banho vai gerar no seu rosto!

A parte interna tem dois compartimentos. O da frente é cheio de bolsinhos e eu consigo achar uso pra todos eles! Hahaha! Tem lugar pra caneta, pro fone de ouvidos, pra guardanapos de papel, saquinho de plástico vazio (pode ser útil pra alguma coisa, vai saber…), flanela de limpar óculos, porta-óculos (com um óculos de sol e outro sobressalente de leitura, pro caso de eu perder o meu).

Nessa aba vai também o meu organizador de viagens, outro item que tem me ajudado muito. Dentro dele ficam o meu passaporte, pequena carteira com documentos, cartões de crédito e dinheiro, cartões de embarque e tíquetes de bagagem.

“Enquanto estou em processo de embarque nos aeroportos, o organizador fica pendurado no meu pescoço.”

Isso evita aquele abre e fecha de mochila cada vez que a gente precisa mostrar algum documento nas várias etapas do processo de embarque. Quando entro no avião, o organizador vai pra mochila.

O compartimento de trás tem duas áreas. Uma delas é destinada ao laptop e aos carregadores (do laptop e do celular), que organizo em saquinhos estilo ‘ziplock’. Nesse mesmo saco plástico vão também o adaptador universal (dependendo da necessidade ou não, em função do destino) e um “T” (ou benjamim).

Como vocês vão notar daqui pra frente, organizo muitas das coisas nesses saquinhos, não só pela praticidade, mas também por questões de higiene. Após algumas viagens, descarto-os e troco por novos.

Na parte da frente….ah, na parte da frente….ali eu coloco tudo e mais um pouco! Quer ver? Vamos numerar pra organizar a bagunça e assim fica mais fácil pra você acompanhar pelas fotos! 😉

CHECK LIST 

1 – CASACO DE PLUMA DE GANSO – Não tenho palavras pra dizer o quão prático esse casaco é em viagens! Esfriou no avião? Puxa o casaquinho. Saiu com a roupa errada do hotel ou esfriou durante o dia? Casaquinho! Ele está sempre comigo, seja durante os voos ou nos passeios por lugares mais frios. E, o melhor, não pesa nada! Vai por mim e compra um!

2 – DESCANSO DE PÉS – Ou, como eu chamo carinhosamente, “rede para pés”. É um acessório que você pendura na mesinha do avião e que permite que seus pés fiquem elevados, evitando o inchaço. Não sei vocês, mas eu tenho muita dificuldade de dormir ou passar muito tempo com os pés pra baixo. Mudou minha vida em voos longos, sério!

– Clique na foto para COMPRAR e colaborar com o Raphinadas

3 – MUDA DE ROUPA – Você já teve as malas extraviadas? Se sim, vai entender o motivo de eu carregar uma blusa extra, uma calcinha e um par de meias! Caso você fique sem mala, ao menos terá uma roupinha cheirosa pra usar até que sua bagagem seja encontrada! Você pode aproveitar e usar as meias à noite, no avião, pois a temperatura da cabine geralmente é diminuída na madrugada.

4 – ZIPLOCK DE HIGIENE DENTAL – Escova, pasta de dentes e fio dental. Precisa explicar? 😉

5 – NECESSAIRE DE MAQUIAGEM – Carrego o básico pra manter a dignidade pessoal. Hahaha! Vai de cada um saber o que é necessário pra se olhar no espelho depois de uma noite mal dormida e não levar um susto.

6 – SECOS – Esses são os produtos “salva-vidas” ou que me trazem conforto durante os voos. Chamo de “secos” pois aqui eu não coloco nenhum líquido, então ele passa tranquilamente pelo raio-X dos aeroportos. Vamos ao que tem dentro dele e já vou explicando a utilidade de cada um.

a) Lenços umedecidos desinfetantes: uso para desinfetar as mãos antes das refeições e também pra limpar a mesinha do avião (dizem que ela é uma das áreas mais sujas das aeronaves!).
b) Lenços umedecidos “suaves”: este uso apenas para limpar as mãos quando estou aplicando maquiagem, já que elas, inevitavelmente, entrarão em contato com meus olhos e o desinfetante dos lenços umedecidos normais pode causar irritação. Frescura, eu sei!
c) Lenços de papel: multi-uso, acho que não preciso explicar.
d) Lenços umedecidos íntimos: também acho que não preciso explicar! Hahaha!
e) Remédios: tipicamente, tenho sempre um comprimido pra dor e febre, um pra cólica menstrual e um antidiarréico.
f) Protetor auricular.

Algumas pessoas podem achar útil levar um tapa-olhos para dormir melhor. Eu acho incômodo e não uso.

7 – “MOLHADOS” – Aqui estão os produtos que possuem restrições ao passar pelo controle de segurança dos aeroportos. São líquidos, géis, aerossóis, cremes e tudo o mais que precisa estar acondicionado em embalagens de até 100ml. São 7 produtinhos, sendo que os 4 primeiros têm a função de proteger contra a falta de umidade dentro dos aviões. Nosso corpo sofre com o ar seco!

a) Protetor labial
b) Loção hidratante
c) Colírio
d) Cera hidratante de cutículas (ok, é frescura minha!)
e) Perfume roll-on: esse tipo de embalagem é mais conveniente em viagens, pois tem menor risco de vazamentos.
f) Xampu seco: essa dica é pra pessoas com cabelos oleosos! Um dia sem banho e seu cabelo estará colado na cabeça, acredite! Hahaha!
g) Desodorante

Ainda que ele não faça parte da mochila em si, tenho que mencionar meu travesseiro de viagens, pois ele é muito incrível, sério! Foi uma descoberta recente e estou simplesmente apaixonada por ele.

Ele é como se fosse um “2-em-1”, pois além de dar suporte para o pescoço, como todos os outros travesseiros de viagem, esse também suporta a cabeça lateralmente, mesmo que você esteja no assento do meio ou do corredor e não tenha onde se encostar. Dormir assim é tão mais fácil! Sem contar que a parte inferior do travesseiro acomoda perfeitamente o queixo, impedindo que a gente fique de boca aberta quando adormece! Hahaha! Isso sempre acontecia comigo e é tão constrangedor, né? 😉

– Clique na foto para COMPRAR e colaborar com o Raphinadas

Finalmente, chegamos ao final da lista! Ufa!

E vocês? Têm alguma dica pra compartilhar? Conta aí!

Obrigada pelo convite, Rapha! Foi uma honra!  * A honra foi minha, Flavia 😉

10 comentários

  1. Roselaine Colling disse:

    Os snaps da Flávia são ótimos, sempre que posso vejo.
    Essas dicas para viagens longas são excelentes. Eu carrego bastante coisa na mochila de mão, até uma calça leve…nunca se sabe. Vou atrás dessa redinha e do casaco pluma de ganso. Os voos que faço são longos, do sul do Brasil ã Seattle, precisamos ter as coisas ã mão.
    Ela teve um post com o porta documentos, bem interessante tbm.

    1. Flavia Koetz disse:

      Ah, Rose, obrigada!!! :) Fico feliz que o post tenha sido útil pra ti!Estamos no mesmo barco (ou avião? hahaha), viajando do Sul do Brasil para Seattle. É dureza!

  2. Sou ex-comissário e minhas prioridades também são os produtos pra combater a baixa umidade dos aviões. Como hoje não voo mais a trabalho, quando viajo uso colírio e fluidificante nasal de duas em duas horas. Ter um hidratante à mão também é bom, além de beber muita, mas muita água—e escolher uma poltrona no corredor pra não passar perrengue com a consequência disso, é claro. Cuidar da hidratação muda completamente a maneira como você chega ao seu destino. Boas dicas!

    1. Flavia Koetz disse:

      Beber água é realmente essencial!!! Azar de quem senta ao meu lado, pois eu gosto de viajar na janela! hahaha
      Gostei de saber que as dicas foram aprovadas por um expert! 😉
      Obrigada, Rodrigo! :)

  3. Amanda Carvalho disse:

    Amei!!! Essa “redinha” para os pés, fez toda diferença na minha ultima viagem, graças à sua dica Flavia.! Rapha boa ideia incluir essas dicas no seu blog 👏🏼 Bjsss

    1. Flavia Koetz disse:

      Ah, que delícia saber disso, Amanda! Fico super feliz! :) Beijão!

  4. Angela de Assis disse:

    Adorei!!!! Obrigada pelas dicas e já repassei!!!

    1. Flavia Koetz disse:

      Que bom, Angela! Obrigada! :)

  5. Cleiva Freitas disse:

    Ótimas dicas, adorei todas e já comprei o descanso de pés para a próxima viagem.
    Muito obrigada a Flavia e Raphaella.
    Bjnhos.

    1. Flavia Koetz disse:

      Super obrigada, Cleiva! Espero que goste! :) Beijo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *