Arredores de Tokyo: 5 programas imperdíveis

  • Kamakura: super acessível e imperdível!
    Kamakura: super acessível e imperdível!
  • Nikko: chegamos no meio da nevasca
    Nikko: chegamos no meio da nevasca
  • Matsumoto: só no Japão para você conseguir tirar uma foto dessas.
    Matsumoto: só no Japão para você conseguir tirar uma foto dessas.
  • Kawagoe: rickshaw à la japonese
    Kawagoe: rickshaw à la japonese
  • Uma das casas históricas em Kawagoe
    Uma das casas históricas em Kawagoe
  • Monte Fuji: é emocionante vê-lo de perto.
    Monte Fuji: é emocionante vê-lo de perto.
  • Fileira de Budas
    Fileira de Budas
  • Famosos macacos de Nikko.
    Famosos macacos de Nikko.
  • Templo Toshogu
    Templo Toshogu

Tokyo tem programas maravilhosos. O suficiente para ficarmos dias descobrindo a cidade. No entanto, existem algumas viagens muito fáceis de serem feitas a partir da cidade.

 É só pegar um trem e, em algumas horas, estamos num lugar maravilhoso e completamente inusitado – ao menos aos nossos olhos ocidentais.

Por quê não aproveitar essa vantagem? Segue aqui uma lista com 5 destinos junto com uma média de dias que deve-se levar para visitá-los.

Para entrar no clima!

1) Kamakura 

A cidade já foi a capital do Japão (acho que por volta do Séc.XII) e hoje sua grande atração é a estátua do Grande Buda (Daibutsu), uma das poucas que não está coberta por um templo. Na realidade, ali havia um templo, mas, depois de ser destruído 3 vezes por terremotos e maremotos, os japoneses desistiram e deixaram a estátua ao ar livre. Um passeio interessante é ficar em Kita-Kamakura e fazer uma das trilhas “Zen” por dentro da montanha para chegar ao Grande Buda. É bom lembrar que as placas estão em japonês e por isso é preciso estar em boa forma.

Como chegar: JR train – Kamakura Station (Yokosuka line)
Viagem: +/- 1h10min
Tempo: reserve metade de um dia

2) Kawagoe (1 dia)

A cidade cresceu na era Edo por ser o celeiro de Tóquio. Com isso os comerciantes locais prosperaram e puderam reforçar seus armazéns contra incêndios e terremotos. O centro da cidade se tornou um local de conservação dessa arquitetura especial da época. Há um grande templo na cidade que merece visita também.

Como chegar: metrô – Ikebukuro (Marunouchi line) e Kawagoe Station (Tobu-Tojo line)
Viagem: 52 minutos
Tempo: reserve um dia

3) Matsumoto 

O antigo castelo da cidade está reduzido, mas a torre de menagem permaneceu inteira e é imperdível para os apreciadores de castelos. Também há lojas com uma arquitetura local própria não muito distante do castelo. Matsumoto é também um destino requisitado no inverno para quem gosta de esquiar.

Como chegar: Shinkansen – Nagano (Hokuriku-Shinkansen line) e Matsumoto Station (Shinano line – JR)
Viagem: 2h20 minutos
Tempo: reserve um dia (bom ir cedo)

4) Nikko 

A cidade é pequena, mas possui um bom número de atrações, que podem consumir algum tempo. A rua principal que leva ao templo Toshogu é repleta de lojas e restaurantes interessantes e desemboca numa antiga ponte desativada.

O templo Toshogu é parte de um complexo de templos bem grande e abriga o túmulo de Ieasu Tokugawa, fundador do Shogunato Tokugawa

Longe do complexo de templos, fica o “Abyss”, um rio em corredeira, cuja margem abriga uma centena de estátuas de budas em fileira, formando um visual bem impressionante. A cidade possui ainda algumas pousadas com Onsens privativos, o que é um grande chamariz durante o outono e o inverno.

Como chegar: Shinkansen – Utsunomiya (Yamagata Shinkansen line) e Imaichi Station (Nikko line – JR)
Viagem: 2h20 minutos
Tempo: vale pernoitar

5) Hakone 

É um local para observação do Monte Fuji e outras paisagens. Vale a pena ir se o tempo estiver bom e se o viajante não tiver medo de alturas (pois o grande passeio do local é de teleférico). Há um lugar na montanha do qual são expelidos vapores vulcânicos e é possível comprar ovos cozidos na água aquecida pelo vulcão. É bom dar uma boa olhada num guia de viagens para ter uma ideia das atrações do local.

Como chegar: Shinkansen – Odawara (Tokaido-Sanyo Shinkansen line) e Hakone-Yumoto Station (Hakonetozan line)
Viagem: 1h03 minutos
Tempo: vale pernoitar

SOS

– O ideal para essas viagens é usar o japan pass. Veja o post que escrevi sobre o assunto: “Dominando os Transportes Públicos no Japão“.

– Você sabia que Raphinadas faz Roteiros Personalizados para o Japão? Se quiser conversar comigo sobre o assunto, é só clicar aqui.

– Gostou da música? Ela está na minha playlist para o Japão. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *